JUNHO PARANÁ SEM DROGAS

O mês Junho Paraná Sem Drogas, previsto pela Lei 19.121, de 12 de Setembro de 2017, tem como objetivo:

I - congregar, planejar e programar a Política Estadual Antidrogas, sob a ótica de prevenção, de forma a diminuir e minimizar os efeitos decorrentes da utilização das drogas ilícitas e das lícitas; 

II - promover esclarecimentos que visem conscientizar o conjunto da população sobre as ações de prevenção e programas de tratamento voltados para os usuários de drogas; 

III - incentivar o desenvolvimento e a realização de campanhas de conscientização permanentes, que visem informar e estimular o diálogo, a solidariedade e a inserção social dos usuários de drogas, não os estigmatizando ou discriminando; 

IV - estimular a inserção na escola e no trabalho do usuário ou do dependente de drogas, e em tratamento, quando ele assim precisar; 

V - conscientizar sobre a necessidade de se prover as condições indispensáveis à garantia do pleno atendimento e acesso igualitário dos usuários de drogas aos serviços e ações da área de saúde; 

VI - destacar a importância do desenvolvimento de atividades permanentes que busquem prevenir a infecção dos usuários de drogas pelo vírus da imunodeficiência humana – HIV, Hepatite C ou outras patologias conexas.

 

O Departamento Estadual de Políticas sobre Drogas (DEPDS), da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária, e o Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (CONESD) do Paraná organizaram a Semana Estadual de Prevenção ao Uso de Drogas de 19 a 26 de junho de 2015.

O dia 26 de junho foi estabelecido como Dia Internacional de Prevenção às Drogas na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas em 1987. A abertura da Semana será realizada na manhã do dia 19 de junho de 2015, no Palácio Iguaçu.

De forma inovadora, o Estado do Paraná estabeleceu ‘Internet e outras Dependências’ como temática de destaque para a Semana de Prevenção em 2015, uma vez que a dependência em internet vem sendo tratada acadêmica e cientificamente como uma dependência comportamental relativa ao uso compulsivo de tecnologias de informação e comunicação (computadores, notebooks, celulares, entre outros dispositivos). "Nossa intenção não é tirar o mérito das benfeitorias da internet. Queremos alertar a comunidade de como as relações sócio-familiares estão sendo afetadas hoje em dia pelo uso abusivo de smartphones, tablets e outros dispositivos", destaca a diretora do DEPDS, Rosane Neumann.

Atividades de prevenção ao uso de drogas lícitas e ilícitas também serão desenvolvidas durante a Semana em todo o Estado, assim como Mostras de Projetos Escolares para prevenção ao uso de drogas nas escolas públicas e particulares, com orientação e apoio das Secretarias de Estado e Municípios da Educação e Sindicato das Escolas Particulares do Paraná.

Ao término da programação, todas as ações serão compiladas em Dossiê produzido pelo Departamento Estadual de Políticas sobre Drogas da SESP/PR, com posterior divulgação de todas as boas práticas do Paraná. As boas práticas e ações poderão ser enviadas por email no endereço: depantidrogas@sesp.pr.gov.br, contendo textos e imagens.

A programação completa das atividades na capital do Estado encontra-se  AQUI  .

Fonte: Secretaria de Estado da Segurança Pública - SESP PR

 

Logo Previda - 2015
Logo Previda 2015

 

Estão programadas até sexta-feira (1º) palestras e atividades educacionais para discutir o combate ao uso de álcool e outras drogas no Paraná. A iniciativa da chamada Semana Previda é do Conselho Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas (Conesd).

“A prevenção é a política mais eficaz para que não haja necessidade da atuação repressiva da polícia. Além de trabalhar na repressão, é muito importante a prevenção, sempre através de um debate multidisciplinar, com foco na cidadania”, disse o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, durante a abertura oficial da semana de prevenção, nesta segunda-feira (27), no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

Nas palestras que integram a programação da semana serão abordados temas como serviço integrado de saúde mental; redução de danos: enfrentamento ao HIV e DSTs; legislação sobre drogas; depressão; prevenção ao uso de álcool e outras drogas.

“A falta de amor, por si mesmo e pelo próximo, e a falta de oportunidades levam a esse crescimento do uso das drogas. Para reverter esse quadro, somente com a união de forças na sociedade e de setores governamentais, em um trabalho conjunto”, acredita Rosane Ferrante Neumann, presidente do Conesd e também do Departamento de Políticas Públicas sobre Drogas da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária.

“No plano de trabalho do governador Beto Richa consta a implantação de Centros de Integração Social (CIS), para a qual estamos percorrendo o Estado. Temos já 14 municípios-sede em que tentamos agregar todos os serviços e iniciativas daquela determinada região”, explica ela.

O CIS é uma parceria entre Estado e municípios para articular e fortalecer ações interssetoriais com foco na prevenção ao uso de drogas e na reinserção social de dependentes químicos. A primeira atividade é mapear os equipamentos da área de políticas sobre drogas e instigar a criação de conselhos locais.

EVENTO - Previda é um evento anual, instituído pela ONU em 1987, que consagrou o dia 26 de junho como Dia Internacional Contra o Abuso e Tráfico de Drogas.

Nesta semana, várias entidades governamentais e não governamentais que formam o Conesd trazem à população informações essenciais sobre drogas lícitas e ilícitas. As discussões incluem a real necessidade do uso, os problemas que podem decorrer, o acesso ao tratamento, as leis que protegem o usuário e sua família, abordando também drogas no trabalho e de que forma a imprensa encara o tema.

Outros temas são drogas associadas a outros transtornos, além das questões de gênero, redução de danos, o que as drogas fazem no cérebro, internações em caso de abuso de drogas e limites à intervenção judicial, tráfico internacional de entorpecentes, entre outros.

O Conesd também tem representantes das secretarias estaduais da Justiça, Educação, Saúde, Trabalho e Desenvolvimento Social, entre outras, além do Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil, Associação Comercial do Paraná, Tribunal de Justiça do Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) e outras instituições representativas.
 

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: www.pr.gov.br e www.facebook.com/governopr

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Confira a programação completa da Semana Previda:

Cronograma Previda 2016

 

Em atualização

Em atualização

O governador Carlos Massa Ratinho Junior lançou nesta terça-feira (4) a campanha Junho - Paraná sem Drogas, que dedica o mês a ações de conscientização e prevenção ao uso de entorpecentes. O governador afirmou que o poder público, a família e toda a sociedade devem trabalhar juntos no enfrentamento do problema.

“O combate às drogas não é preocupação apenas de uma pessoa ou entidade. Toda a sociedade deve estar preocupada em preparar uma geração mais saudável e, acima de tudo, mais preparada para os desafios”, afirmou o governador na solenidade, realizada no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba.

O trabalho do Governo do Estado, ressaltou Ratinho Junior, inclui ações conjuntas das secretarias da Segurança Pública, da Justiça, Família e Trabalho e da Educação e do Esporte. “São mecanismos para dificultar o acesso dos jovens àqueles que estão próximos das escolas para tentar capturá-los para o mundo das drogas” disse.

O secretário da Segurança Pública, Rômulo Marinho, também enfatizou a integração do poder público com a sociedade. “Isso é fundamental no que se refere a drogas. Além do trabalho educativo, políticas públicas são essenciais para tratar do tema”, afirmou, completando que o combate à comercialização de drogas ilegais é prioridade, porque está ligada a outros crimes.

PALESTRAS - Após a abertura do evento, proferiram palestras o secretário Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, Luiz Roberto Beggiora, e a diretora do Departamento de Prevenção e Reinserção Social do Ministério da Cidadania, Claudia Gonçalves Leite.

“As drogas são uma questão de saúde pública mundial. Uma iniciativa como essa é muito importante para trazer esclarecimentos sobre o tema e deve ser, inclusive, exemplo para outros estados”, disse Beggiora.

CAMPANHA – As atividades do Junho Paraná sem Drogas incluem palestras, concursos e orientações em diversos municípios. Curitiba, por exemplo, concentra as ações entre os dias 24 e 29, com o lançamento da Semana Municipal de Prevenção ao Uso de Drogas, com destaque para o Fórum Popular Contras as Drogas, dia 28, na Câmara Municipal.

O Departamento Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas, vinculado à Secretaria de Estado da Segurança Pública, é quem está liderando as iniciativas. O órgão comandará palestras em Bandeirantes, Paranavaí e Curitiba. “A drogadição é um problema complexo e a melhor forma de tratá-la é a soma de esforços das várias entidades”, afirmou o delegado Renato Figueiroa, diretor do departamento.

A Secretaria da Educação e do Esporte também tem lista extensa de atividades. A pasta aposta no trabalho dentro das unidades estaduais de ensino que aderirem voluntariamente a campanha, com estudos, pesquisas, debates, pautado no currículo escolar e referente ao tema: “Prevenção ao uso de Álcool e outras Drogas”.

Além disso, serão feitas “Rodas de Conversa sobre Drogas”, em 33 escolas, em parceria com o Ministério Público do Paraná e a Secretaria Estadual da Saúde.

A data de 26 de junho foi instituída pela Organização das Nações Unidades como o “Dia Internacional contra o Abuso e o Tráfico Ilícito de Drogas”. No Brasil, é promovida a Semana Nacional de Antidrogas.

CONCURSO – Outra ação prevista para o mês é o Concurso Estadual de Produção de Material Audiovisual Sobre Drogas, que está em sua terceira edição e também é promovido pelo Departamento Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas. Ele é voltado para estudantes do ensino médio de escolas públicas e particulares. As inscrições podem ser feitas pelo site www.politicasobredrogas.pr.gov.br/Pagina/Concurso-Cultural.

No evento de abertura da campanha, foi feita a premiação dos estudantes que venceram a competição no ano passado. Alunas do Colégio Estadual Sagrada Família, de Campo Largo, ganharam na categoria Escola Pública. Já estudantes do Colégio Sesi de São José dos Pinhais foram os vencedores da categoria Escola Privada.

Os vídeos dos primeiros colocados serão transmitidos nas salas de cinema paranaenses, em cumprimento à lei 19.068/17, que obriga a exibição de informe publicitário para esclarecimentos sobre os malefícios do uso de drogas ilícitas e prejuízos relativos ao abuso de drogas lícitas.

ENTIDADES – Além do poder público, outras entidades também abraçaram a causa. É o caso da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), que apresentará a Plataforma Prevenção ao Uso de Álcool e Outras Drogas.

Trata-se de um instrumento que prepara relatórios dinâmicos de todos os municípios brasileiros e desenvolvimento de ações preventivas sobre o tema nas Unidades Sesi, Senai e Faculdade da Indústria em Curitiba, Cascavel, Foz do Iguaçu, Pato Branco, Pinhais e São José dos Pinhais.

CONSELHOS - Atualmente, o Paraná conta com 96 Conselhos Municipais de Políticas Públicas Sobre Drogas, e outros 24 estão em fase de criação. Cada conselho é responsável por promover, em sua região, palestras, seminários, rodas de conversas em escolas e caminhadas. As ações são voltadas ao público jovem e direcionadas à prevenção e conscientização dos malefícios do uso de drogas.

LEI – O Junho Paraná sem Drogas foi instituído pela Lei Estadual 19.121/2017, em substituição a Semana Estadual de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas no Paraná, que era realizada anualmente na última semana de junho.

A proposta é promover durante todo o mês ações para esclarecer a população sobre os riscos do uso e abuso de álcool e outras drogas, e incentivar a busca de orientação, esclarecimento e tratamento, disponível na rede pública de saúde.

PRESENÇAS - Participaram da solenidade de lançamento da campanha o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Adalberto Xisto Pereira; a primeira-dama Luciana Saito Massa; o delegado-geral da Polícia Civil, Sílvio Rockembach; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Péricles de Melo; o controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, e os deputados estaduais Gilson de Souza, Luiz Fernando Guerra, Delegado Fernando e Delegado Recalcatti.

Programação: www.politicasobredrogas.pr.gov.br

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em: http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

Em breve, informações.

 

*